Comércio externo de Angola retoma crescimento no 2.º trimestre

23 September 2015

A balança comercial de Angola registou um saldo positivo de 735,5 mil milhões de kwanzas (5410 milhões de dólares) no segundo trimestre, um crescimento de 209,8% em cadeia mas uma quebra de 29,3% em termos homólogos, informou em Luanda o Instituto Nacional de Estatística.

No período de três meses de Abril a Junho, Angola exportou mercadorias – fundamentalmente petróleo e diamantes – no valor de 1,1 biliões de kwanzas (mais 26,4% em cadeia mas menos 29% em termos homólogos) e importou bens no valor de 374,5 mil milhões de kwanzas (menos 41,6% e menos 28,5%).

A taxa de cobertura das importações pelas exportações passou de 137% no primeiro trimestre para 296,4% no segundo, em resultado do aumento das exportações e da diminuição das importações.

No segundo trimestre Portugal reassumiu a liderança enquanto principal fornecedor de bens a Angola, com 67,2 mil milhões de kwanzas, relegando para segundo lugar a China, com 575 mil milhões de kwanzas, país que no primeiro trimestre tinha excedido as vendas de Portugal a Angola em mais de 37 mil milhões de kwanzas, com 107,6 mil milhões.

No que se refere às importações de produtos de Angola a China aparece num primeiro lugar muito destacado, com compras no trimestre de 491,6 mil milhões de kwanzas, quatro vezes mais do que as compras feitas pelo país que surge no segundo lugar, a Índia, com 112,8 mil milhões de kwanzas.

Portugal surge nesta lista de compradores de produtos angolanos em sétimo lugar com 43,7 mil milhões de kwanzas. (Macauhub/AO/CN/PT)

MACAUHUB FRENCH