Angolana Sonangol conclui em Novembro concessão de blocos petrolíferos em terra

5 October 2015

A Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol) deverá concluir em Novembro a análise das propostas referentes às licitações de 2014-2015 dos blocos petrolíferos das bacias terrestres do Cuanza e do Baixo Congo, informou a estatal.

A Sonangol, em comunicado divulgado em Luanda, informou que 45 dias após a abertura das propostas, facto que decorreu na passada sexta-feira, deverá proceder à adjudicação das concessões e assinar os contractos com os grupos empreiteiros dessas concessões.

Em disputa estão blocos para exploração de petróleo nas bacias terrestres dos rios Cuanza (sete) e Congo (três) que, de acordo com a Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola, podem representar mais de metade das reservas conhecidas de Angola, ou seja, pelo menos sete mil milhões de barris.

Entre as 38 petrolíferas pré-qualificadas neste processo de licitação – que se iniciou em Abril de 2014 – estavam, enquanto operadoras, empresas como a italiana ENI, a norte-americana Chevron ou a colombiana Ecopetrol, bem como as portuguesas Galp Energia e Partex.

No concurso para não-operadoras (minoritárias nos grupos empreiteiros a constituir por bloco) estavam pré-qualificadas, segundo informação da Sonangol, 47 empresas, desconhecendo-se igualmente quais as empresas que avançaram com propostas finais. (Macauhub/AO/PT)

MACAUHUB FRENCH