Consórcio de Hong Kong paga 288 milhões de euros por empresa portuguesa de energia eólica

5 October 2015

Um consórcio formado em partes iguais pela Cheung Kong Infrastructure Holdings Limited (CKI) e Power Assets Holdings Limited (PAH) pagou 288 milhões de euros pela empresa portuguesa de energia eólica Iberwind, de acordo com uma comunicação ao mercado divulgada sexta-feira em Hong Kong.

A comunicação ao mercado divulgada pela Bolsa de Valores indica que aquelas duas empresas controladas pelo bilionário de Hong Kong Li Ka-Shing irão pagar cada um máximo de 144 milhões de euros pela empresa eólica, controlada até à data pela sociedade  portuguesa e espanhola de capital de risco Magnum Capital Industrial Partners.

A Iberwind dispõe de 31 parques eólicos onde produz 684 megawatts de energia eléctrica, número que representa cerca de 15% da capacidade de produção de energia eólica instalada em Portugal.

A comunicação informa que esta aquisição permite ao consórcio expandir à escala mundial a sua “plataforma de energias renováveis”, sendo consistente com a estratégia do grupo “em investir na produção de energia.”

A sociedade de capital de risco Magnum Capital Industrial Partners, fundada em 2006 com um capital inicial de 866 milhões de euros, tem por objectivo o investimento e desenvolvimento de empresas com centro de actividade em Espanha e Portugal.

A imprensa portuguesa noticiou ser este o segundo negócio de activos eólicos registado em Portugal no decurso da semana passada, depois de o grupo italiano Enel (Ente nazionale per l’energia elettrica) ter vendido através da sua subsidiária Enel Green Power Espana a empresa Finerge – Gestão de Projectos Energéticos a um fundo de investimento australiano por 900 milhões de euros. (Macauhub/CN/PT)

MACAUHUB FRENCH