Bolsa de Valores de Angola prossegue registo de operadores

14 October 2015

A Bolsa de Dívida e Valores de Angola (Bodiva) prevê registar este mês dez entidades e até ao final do ano metade dos operadores do sistema financeiro angolano, disse ao Jornal de Angola o presidente da instituição.

António Furtado revelou que a Bolsa já registou seis bancos comerciais e está a apreciar o registo dos bancos de Poupança e Crédito (BPC) e Keve, além de duas sociedades de corretores de valores mobiliários.

Os bancos Angolano de Investimento (BAI), Fomento Angola (BFA), Millenium Angola (BMA), Standard Bank e Internacional de Negócios (BNI) já estão registados na Bolsa.

António Furtado referiu que a Bodiva transaccionou até 30 de Setembro último 54 mil milhões de kwanzas (397 milhões de dólares) em Bilhetes do Tesouro, movimentando um montante superior ao registado até finais de Julho, 22 mil milhões de kwanzas.

A Comissão do Mercado de Capitais (CMC) tem em curso um Plano Operacional de Preparação das Empresas para o Mercado­ ­Accionista (POPEMA), com o qual está a persuadir os decisores empresariais a adoptarem boas práticas para poderem entrar na Bolsa, como o relato e saneamento financeiro, gestão empresarial e o conhecimento do quadro regulador e legal do mercado de capitais.

“O relato financeiro significa ter a contabilidade organizada e o saneamento tem a ver com o equilíbrio das contas antes de se pensar partir para o mercado de capitais” para obter financiamento e a gestão empresarial refere-se à necessidade de as empresas serem geridas de forma transparente.

“Quanto maior for a transparência, maior a possibilidade de os títulos representativos dessas empresas serem adquiridos e transaccionados no mercado”, salientou o presidente da Bodiva. (Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH