Empresa pública de Cabo Verde emite obrigações para se financiar

16 October 2015

A empresa pública Imobiliária, Fundiária e Habitat (IFH) de Cabo Verde vai proceder a uma emissão de obrigações no montante de 850 milhões de escudos (8,8 milhões de dólares), nos termos de uma autorização concedida pelo governo através da Direcção-Geral do Tesouro.

Ao justificar a operação, o governo afirmou que a mesma pretende facilitar o acesso à habitação condigna para as camadas mais desfavorecidas, “um dos pilares fundamentais da agenda de transformação económica do país”, de acordo com o jornal A semana.

Esta é a segunda vez que o Tesouro presta aval à IFH para ir buscar dinheiro, através da Bolsa de Valores, para construir habitações para pessoas de menores posses.

A primeira operação teve lugar em Dezembro de 2013, quando o governo autorizou a emissão de títulos obrigacionistas no valor de mil milhões de escudos (10,3 milhões de dólares).

Para combater o défice habitacional, principalmente de camadas populacionais mais desfavorecidas, Cabo Verde lançou o programa “Casa para Todos” e iniciou a sua execução com a assinatura de uma linha de crédito com Portugal, no valor de 220 milhões de euros, garantindo o governo 10% do financiamento.

Com cerca 1460 imóveis construídos (económico, custo controlado e habitação social), 1450 moradias recuperadas e a gestão do património do estado de cerca de 390 imóveis, a IFH tem assumido a sua função de promotora e estruturadora do espaço urbano do país. (Macauhub/CV)

MACAUHUB FRENCH