Governo de Cabo Verde cria empresa de energias renováveis

20 October 2015

O governo de Cabo Verde vai constituir ainda este ano a Electra Renováveis, uma empresa que terá por missão desenvolver o sector das energias renováveis no país, anunciou o primeiro-ministro quando domingo procedia à inauguração da central única de Santo Antão.

“Vamos constituir a Electra Renováveis para investirmos fortemente nas energias renováveis, pois só assim poderemos aproveitar o sol e o vento em abundância que temos em Cabo Verde, diminuindo em simultâneo os custos com a aquisição de energia”, disse José Maria Neves.

O primeiro-ministro disse ainda que nos últimos anos o governo já despendeu 12 mil milhões de escudos na construção de infra-estruturas energéticas em Cabo Verde, desde a central única de Santo Antão, passando pela expansão, modernização e aumento da produção da central do Lazareto (São Vicente) e ainda a interligação de Santiago.

José Maria Neves, citado pela agência noticiosa Inforpress, recordou que em Novembro próximo vão ser inauguradas as centrais únicas de São Nicolau e do Fogo.

A Central Única de Santo Antão tem uma potência instalada de 5200 quilowatts, contra um consumo actual de apenas 2800 quilowatts, tendo a sua construção custado 19,8 milhões de euros.

Os Países Baixos pagaram cerca de metade daquele montante, tendo a metade restante sido obtida pelo governo de Cabo Verde através de empréstimos contraídos junto do Fundo da OPEP para o Desenvolvimento Internacional (OFID, na sigla em inglês) e do Banco de Investimento e Desenvolvimento da CEDEAO. (Macauhub/CV)

MACAUHUB FRENCH