São Tomé e Príncipe recebe 2 milhões de dólares por acordo petrolífero com Galp e Kosmos

28 October 2015

São Tomé e Príncipe encaixou 2 milhões de dólares de bónus petrolíferos na sequência de um acordo assinado com a portuguesa, Galp Energia em parceria com a norte-americana a Kosmos Energy, visando a exploração de petróleo no mar do arquipélago anunciou, terça-feira, a Agencia Nacional de Petróleo são-tomense, ANP –STP.

Em comunicado assinado pelo director Orlando Sousa Pontes, a Agência Nacional de Petróleo sublinha que “a Galp Energia e a Kosmos Energy deverão pagar um bónus de assinatura no valor de 2 milhões de dólares, a serem depositados na conta nacional de petróleo num prazo de 30 dias, após a entrada em vigor do contrato assinado segunda-feira entre as partes”.
O comunicado adianta que neste acordo, a Galp Energia será operadora do bloco 6 da zona económica exclusiva são-tomense com 45 por cento de participação, a Kosmos Energy com 45 por cento e a Agência Nacional de Petróleo, em representação do governo com os restantes 10 por cento.

Com duração de 28 anos, o contrato entre Agência Nacional de Petróleo e a Galp Energia estabelece os oito anos iniciais destinados as pesquisas e os restantes 20 dedicados ao desenvolvimento e produção.

O Bloco 6 localizado no mar de São Tomé e Príncipe tem uma profundidade média de 2.500 metros e cobre uma área de 5.024 quilómetros quadrados.

Enquanto a Galp Energia é uma companhia portuguesa focalizada na exploração e produção de petróleo e gás, sobretudo, no Brasil e Moçambique, a sua parceira, Kosmos Energy, é uma empresa independente de exploração e produção de petróleo e gás com sede em Dallas, Texas, Estados Unidos da América.

Este acordo estabelecido segunda-feira entre a Galp Energia e Agência Nacional de Petróleo resulta das negociações surgidas na sequência da licitação anunciada em Janeiro de 2014 pelas autoridades petrolíferas de São Tomé e Príncipe.(macauhub/ST)

MACAUHUB FRENCH