Saída de Angola rende ao Banco Santander Totta 39 milhões de euros

6 November 2015

A venda da posição no Banco Caixa Geral Totta de Angola permitiu ao Banco Santander Totta obter uma mais-valia de 39 milhões de euros, informou a instituição no comunicado em que divulgou os resultados dos nove primeiros meses do ano.

“No terceiro trimestre de 2015, o Santander Totta exerceu a opção de venda da sua participação no capital da Partang (49%), que por sua vez detinha uma participação de 51% no capital do Banco Caixa Geral Totta Angola (BCGTA), nos termos de um acordo celebrado em Junho de 2009, tendo esta operação proporcionado uma mais-valia de cerca de 39 milhões de euros”, pode ler-se no comunicado.

O Banco Santander Totta registou um lucro de 176,7 milhões de euros no decurso dos primeiros nove meses do ano, tendo Manuel Preto, administrador financeiro, afirmado que mesmo sem o encaixe proporcionado por Angola o resultado líquido do banco teria aumentado 30% em termos homólogos.

O Banco Caixa Geral Totta de Angola, que teve origem no Santander Totta, pertence agora ao banco estatal português Caixa Geral de Depósitos (CGD), indo mudar a sua denominação.

A CGD tinha 51% da Partang, sociedade detida em 49% pelo Totta, tendo a entidade do grupo espanhol exercido o direito de venda o que obrigou a CGD a adquirir aquela posição.

A Partang tem, por sua vez, 51% do banco do Banco Caixa Geral Totta de Angola, sendo os restantes accionistas a petrolífera Sonangol e os empresários Jaime Freitas e António Mosquito, de acordo com a página electrónica da instituição. (Macauhub/AO/PT)

MACAUHUB FRENCH