Angola contrai novo empréstimo internacional

11 November 2015

O governo de Angola vai contrair mais um empréstimo internacional, de 500 milhões de dólares, junto do banco espanhol Santander, de acordo com um despacho presidencial de 9 de Novembro.

O despacho aprova o acordo-quadro de financiamento para a concessão de uma linha de crédito, a celebrar entre a República de Angola e o banco Santander.

Este empréstimo surge uma semana depois de ter sido concluída com êxito a emissão internacional de mais 1,5 mil milhões de dólares em euroobrigações, títulos de dívida pública angolana, a 10 anos, mas em moeda estrangeira.

O governo angolano já fechou nos últimos meses financiamentos com o Banco Mundial, no valor de 450 milhões de dólares – acrescido de uma garantia de 200 milhões de dólares – e uma nova linha de apoio financeiro da China, no valor de 6000 milhões de dólares.

Foram ainda pedidos empréstimos aos franceses da Société Générale, no valor de 500 milhões de dólares, aos espanhóis do Banco Bilbao Vizcaya Argentaria (BBVA), de 500 milhões de euros, ou aos norte-americanos do Goldman Sachs e do fundo britânico Gemcorp Capital, cada um de 250 milhões de dólares.

Em Junho passado somou-se um empréstimo de 123,7 milhões de dólares, aprovado pelo Banco Africano de Desenvolvimento (BAD), para financiar um projecto de abastecimento de água e saneamento básico em Angola.

Em Fevereiro passado foi fechado um acordo com o banco sul-africano Rand Merchant Bank (RMB), que vai financiar o projecto de reconstrução de duas estradas nacionais angolanas (EN 180 e 225) com um empréstimo de 216 milhões de dólares. (Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH