Grupo brasileiro Odebrecht vai construir rede viária para autocarros em Maputo, Moçambique

18 November 2015

O grupo brasileiro Odebrecht começa a construir em Maputo, em 2016, uma rede viária exclusiva para transportes públicos, afirmou terça-feira o director de Relações Públicas e Institucionais do grupo em Moçambique, Miguel Paiva.

A rede, que segue o modelo “Bus Rapid Transit”, contempla a construção de 17 quilómetros de faixas exclusivas para autocarros, com capacidade para 18 500 passageiros por hora, estando o seu custo estimado em mais de 200 milhões de dólares.

Ao apresentar os projectos da Odebrecht em Moçambique para os próximos anos, Miguel Paiva adiantou que o empreendimento terá vinte estações para autocarros e a velocidade média será de 26 quilómetros por hora, de acordo com a agência noticiosa Lusa.

O Conselho Municipal da Cidade de Maputo anunciou recentemente que o projecto prevê o alargamento de algumas das principais avenidas da capital moçambicana, estando prevista a compra de 63 autocarros articulados, cada um com capacidade para transportar 140 passageiros.

Aquele responsável anunciou ainda que o grupo vai montar um projecto avícola na província da Zambézia, orçado em 65 milhões de dólares bem como um de produção e processamento de mandioca para a extracção de amido, onde prevê vir a investir 21 milhões de dólares. (Macauhub/BR/MZ)

MACAUHUB FRENCH