Programa Angola Investe representa 18% do crédito concedido pela banca

26 November 2015

O programa “Angola Investe” representa cerca de 18% do total do crédito aprovado e de 11% do crédito desembolsado pela banca comercial, anunciou, em Luanda, o ministro da Economia Abraão Gourgel.

O ministro, que falava na abertura de um seminário sobre benefícios fiscais, adiantou que o programa, desde que foi instituído em 2011, já aprovou 450 projectos, que equivalem a 900 milhões de dólares, dos quais já foram disponibilizados 500 milhões de dólares.

O ministro da Economia informou que as linhas de acção do programa Angola Investe para 2015 incluem o início da aplicação dos benefícios fiscais, com a aprovação de um plano operacional pelo Ministério das Finanças.

No decurso deste seminário os empresários foram informados sobre os passos e requisitos necessários para acederem aos benefícios fiscais, face às grandes limitações orçamentais que Angola enfrenta.

No início do encontro, Abraão Gourgel disse ser necessário identificar, a curto prazo, soluções de financiamento cada vez mais imaginativas, para continuar a financiar o desenvolvimento do sector privado nacional e as alterações estruturais da economia.

Os benefícios fiscais, previstos por lei, podem ser requeridos por empresários certificados, bem como pelo Instituto Nacional de Pequenas e Médias Empresas, de acordo com a agência noticiosa Angop.

De Janeiro a Fevereiro deste ano, Angola Investe aprovou 364 projectos, 233 dos quais já financiados, num montante que ascende aos 69,558 milhões de kwanzas.

Até Dezembro do ano passado, o programa “Angola Investe” aprovou projectos envolvendo crédito no montante de 640 milhões de dólares, montante que representou 14,7% do total de empréstimos bancários ao sector produtivo. (Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH