Siderurgia em Angola começa a produzir ferro gusa em 2016

27 November 2015

A Companhia Siderúrgica do Cuchi (CSC) começa a produzir ferro gusa em Maio de 2016, anunciou, em Menongue, o governador da província do Cuando Cubango, Higino Carneiro, citado pelo Jornal de Angola.

Grande parte dos equipamentos, incluindo o forno que irá transformar o minério de ferro e produzir 96 mil toneladas de ferro gusa por ano, já chegou ao porto do Lobito, indo ser agora transportado até ao município de Cuchi, 90 quilómetros a sul de Menongue.

As obras de construção da fábrica e de uma central de betume estão praticamente concluídas, tendo-se já iniciado a construção das oficinas, centro de saúde, refeitório, dormitórios e uma zona residencial.

”O ferro vai ser escoado pelos Caminhos-de-Ferro de Moçâmedes até ao porto do Namibe, de onde é exportado para diferentes partes do mundo”, disse ainda Higino Carneiro.

O governador provincial acrescentou que a segunda fase do projecto siderúrgico do Cuchi prevê a instalação de dois fornos de grandes dimensões que vão triplicar a produção anual para 420 mil toneladas de ferro gusa, a montagem de britagens de maior porte, fábricas de concentração magnética e sintetização com vista a proporcionar um melhor aproveitamento do minério.”

Está igualmente prevista a instalação e desenvolvimento de um viveiro de clonagem de eucaliptos e unidades de carbonização indispensáveis para o funcionamento do projecto, assim como de uma central termoeléctrica para assegurar o fornecimento de energia para a fábrica e zonas próximas.

“O projecto prevê a construção de um aeródromo com uma pista de 2700 metros de comprimento e 30 metros de largura, cuja fase de terraplenagem fica concluída em Dezembro, seguindo-se a colocação da base e sub-base e posteriormente o tapete de betão”, concluiu o governador. (Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH