Grupo luso-angolano Newshold encerra dois jornais em Portugal

1 December 2015

O grupo luso-angolano Newshold vai deixar de ser accionista do diário “i” e do semanário “Sol”, dois órgãos de comunicação social de Portugal que vão sofrer um processo de reestruturação profunda, noticiou a empresa portuguesa.

A decisão tomada pelo grupo liderado pelo empresário Álvaro Sobrinho, antigo presidente do extinto Banco Espírito Santo Angola, decorre dos prejuízos elevados registados pelos dois jornais, que em 2014 atingiram 4,4 milhões de euros no “Sol” e 3,8 milhões de euros no “i”.

O Jornal de Negócios escreveu que a ideia é constituir uma nova empresa que controle o capital social do dois títulos e criar uma redacção única, com cerca de 60 pessoas, o que implicará o despedimento de dois terços dos actuais trabalhadores do grupo, ou seja, mais de 100 pessoas.

A decisão foi anunciada segunda-feira num plenário de trabalhadores, estando o encerramento das publicações marcado para 15 de Dezembro.

Dados da Associação Portuguesa de Controlo de Tiragens (APCT) relativos ao quarto bimestre de 2015 indicam que o “i” apresentou uma tiragem média de 11 902 exemplares e vendas de 4961 e que o “Sol” imprimiu 47 194 exemplares de que vendeu 21 260. (Macauhub/AO/PT)

MACAUHUB FRENCH