Governo efectua recenseamento empresarial na Guiné-Bissau

4 December 2015

Mais de 2000 empresas foram já recenseadas em Bissau no âmbito da operação de recenseamento de empresas e estabelecimentos comerciais que o Instituto Nacional de Estatística (INE) está a efectuar, disse quinta-feira em Bissau o coordenador da operação.

Luciano Fernando Sanca disse ainda que os trabalhos tiveram início no passado dia 23 de Novembro e deviam durar 10 dias, a nível da capital, mas foram alargados por “mais alguns dias”, a fim de abranger a totalidade das empresas existentes.

“Quando a operação ficar concluída em Bissau, as brigadas de recolha de dados seguirão para outras zonas do país”, adiantou o coordenador da operação.

A realização deste recenseamento visa actualizar a base de dados do INE relativa à actividade empresarial, pois o anterior recenseamento data de 2008, “estando, portanto, já desactualizado.”

Luciano Fernando Sanca adiantou que com esta operação o INE passa a conhecer a realidade do tecido empresarial guineense, isto é, o número, localização e demais dados das empresas e estabelecimento comerciais que operam no na Guiné-Bissau.

Os trabalhos contam com a colaboração da Câmara do Comércio, Indústria, Agricultura e Serviços, da Associação dos Retalhistas dos Mercados da Guiné-Bissau e da Direcção-Geral de Indústria. (Macauhub/GW)

MACAUHUB FRENCH