Presidente de Angola defende papel da China em África

7 December 2015

A China é um “parceiro imprescindível” para o desenvolvimento de África, em função do aumento do investimento chinês no continente, afirmou em Joanesburgo o Presidente de Angola, citado pelo Jornal de Angola.

Ao intervir numa mesa-redonda de dirigentes africanos com o Presidente chinês, Xi Jinping, por ocasião da segunda cimeira do Fórum de Cooperação China/África, José Eduardo dos Santos destacou os indicadores que colocam a China como o maior parceiro comercial e também o que mais investimentos directos fez em África, nos últimos anos.

O presidente angolano disse que a parceria sino-africana, forjada ainda no período colonial, além de apoiar o desenvolvimento de cada um dos países africanos, em particular e o continente, em geral, pode contribuir para o estabelecimento de uma nova ordem política e económica internacional e promover a democratização das relações internacionais.

“A China apoiou de modo exemplar os países africanos na luta contra o colonialismo, tanto no plano político-diplomático como material”, lembrou José Eduardo dos Santos, salientando mais à frente que depois de conquistadas as independências nacionais e estando as nações em construção, impunha-se uma nova parceria com novos desafios e focada na realização de objectivos comuns.

À margem da reunião cimeira, José Eduardo dos Santos manteve um encontro com o presidente e vice-presidente do Banco Industrial e Comercial da China (ICBC), Yi Huiman e Zhang Hongli, respectivamente.

A instituição bancária financiou a construção do maior projecto habitacional em Angola, a cidade do Kilamba, está a financiar, entre outros projectos, a construção da central de ciclo combinado do Soyo, tendo, por outro lado, participado na colocação da primeira emissão de euroobrigações de Angola. (Macauhub/AO/CN)

MACAUHUB FRENCH