Economia de Cabo Verde com crescimento de 1% a 2% em 2015

9 December 2015

A economia de Cabo Verde deverá registar um crescimento de 1 a 2% em 2015, de acordo com o Relatório de Política Monetária do Banco de Cabo Verde (BCV), que revê em baixa as previsões de crescimento feitas em Maio.

“A perspectiva de menor crescimento do produto, comparativamente ao antecipado em Maio, é fundamentada, do lado da procura, pela evolução desfavorável dos investimentos públicos (do governo central) e de outros sectores (de empresas públicas e privadas financiados tanto por capitais externos como por crédito bancário), que deverão inibir o crescimento da procura interna, não obstante as perspectivas de crescimento mais acelerado do consumo privado e público”, pode ler-se no relatório.

No documento, de divulgação semestral, o banco central de Cabo Verde prevê que a economia do arquipélago irá ter um crescimento real de 2,5% s 3,5% em 2016.

Perspectiva-se uma recuperação contínua do poder de compra das famílias, em função de expectativas positivas quanto à evolução das transferências externas para apoio familiar, embora em desaceleração, de aumento dos benefícios e apoios sociais suportados pelo governo e de alguma melhoria das condições do mercado de trabalho, adianta o relatório.

O documento do banco central adianta que em 2016 o investimento público deverá continuar a decrescer e as restrições ao consumo público deverão aumentar ligeiramente, em linha com um crescimento mais moderado das receitas fiscais, dissipados os efeitos da política tributária implementada em 2015.

Apesar da previsível contracção dos investimentos públicos, a formação bruta de capital fixo deverá crescer cerca de 3,0% em 2016, em função da aceleração do ritmo de execução de importantes empreendimentos iniciados em 2015, bem como do início de outros financiados sobretudo por investimento directo estrangeiro.

Prevê-se, ainda, um aumento ligeiramente mais acentuado do crédito à economia para financiar investimentos domésticos residenciais e não residenciais (a atender à execução das linhas de crédito para as pequenas e médias empresas, à implementação efectiva de esquemas de partilha de riscos e ao contínuo saneamento do balanço dos bancos). (Macauhub/CV)

MACAUHUB FRENCH