Orçamento de Moçambique para 2016 com défice de 10,2% do PIB

10 December 2015

A proposta de lei de Orçamento de Estado para 2016 quarta-feira apresentada pelo governo de Moçambique na Assembleia da República contempla despesas no montante de 246 mil milhões de meticais (4,77 mil milhões de dólares), informou a imprensa moçambicana.

O ministro da Economia e Finanças, Adriano Maleiane, que apresentou a proposta no decurso de uma sessão plenária do parlamento moçambicano, disse que 184 mil milhões de meticais ou 74,8% do total resultarão da mobilização de recursos domésticos, sendo 174,4 mil milhões de meticais receitas do Estado e 7,6 mil milhões de meticais de dívida interna.

Sessenta e dois mil milhões de meticais, ou 25,2% da despesa total, sairão da mobilização de recursos externos, sendo 40% de donativos e 60% de empréstimos para a realização para projectos.

O cenário macroeconómico desta proposta de Orçamento de Estado bem como da proposta da Plano Económico e Social prevê um quebra do crescimento económico de 7,8% para 7%, uma inflação média anual de 5,6% e um défice 10,2% do Produto Interno Bruto.

O ministro justificou a revisão das perspectivas do Produto Interno Bruto (PIB) com a contínua queda do preço das matérias-primas no mercado internacional e a depreciação da moeda nacional, metical, devido ao fortalecimento do dólar.

O primeiro-ministro moçambicano, Carlos Agostinho do Rosário, disse por seu turno que o valor previsto das exportações vai baixar de uma estimativa inicial de 4,6 mil milhões de dólares para 3,6 mil milhões de dólares.

Os produtos tradicionais de exportação moçambicanas, nomeadamente camarão, tabaco, castanha de caju e açúcar, vão aumentar as vendas ao exterior em 14%, enquanto as exportações dos grandes projectos, designadamente na indústria extractiva vão sofrer uma queda de 5,4%, declarou Rosário.(Macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH