Países de língua portuguesa são prioridade para o grupo China Three Gorges

11 December 2015

Os países de língua portuguesa são uma prioridade para o grupo China Three Gorges (CTG), que ambiciona ser líder mundial em energias renováveis, afirmou quinta-feira em Pequim o vice-presidente do grupo Lin ChuXue.

O vice-presidente do grupo falava à margem da primeira edição do “Prémio Tomás Pereira”, uma distinção atribuída anualmente aos melhores estudantes chineses de português pela Embaixada de Portugal em Pequim, em parceria com instituições de ensino superior portuguesas e chinesas.

Os quatro estudantes premiados – um por cada ano da licenciatura – terão a possibilidade de frequentar um curso de Verão intensivo em Portugal, com o patrocínio do grupo CTG.

“Há quatro anos, quando participámos do programa de privatizações de Portugal, apercebi-me pela primeira vez da importância do português para os nossos negócios”, afirmou Lin ChuXue, aludindo à compra de 21,35% do capital do grupo EDP – Energias de Portugal, em 2012.

O negócio, que custou ao grupo chinês 2700 milhões de euros, foi um dos maiores investimentos de empresas chinesas na Europa.

Este ano, a EDP Renováveis concluiu a venda à CWEI Brasil Participações, subsidiária controlada integralmente pelo grupo CTG, de 49% do capital social de parques eólicos em operação e em desenvolvimento no Brasil.

“Temos a ambição de nos tornarmos líderes mundiais no sector das energias renováveis”, disse Lin, citado pela agência noticiosa Lusa, que acrescentou que “por coincidência os dois mais importantes projectos e países neste segmento – Portugal e Brasil – falam português.” (Macauhub/BR/CN/PT)

MACAUHUB FRENCH