Institutos geológicos de Angola e da China assinam acordo de cooperação

14 December 2015

O ministro da Geologia e Minas de Angola, Francisco Queiroz, participa esta semana em Pequim na cerimónia de assinatura de um memorando de entendimento entre o Instituto Geológico de Angola e o seu congénere chinês, de acordo com um comunicado oficial.

Francisco Queiroz seguiu sábado para uma visita de sete dias à China a convite do ministro da Terra e Recursos, Jiang Daming, no decurso da qual participará igualmente na cerimónia de graduação dos técnicos angolanos que receberam formação na China e que vão trabalhar nos laboratórios geológicos de Angola.

Francisco Queiroz tem ainda programada uma visita à sede da CITIC, empresa chinesa que está a construir em Luanda o laboratório central do Plano Nacional de Geologia (Planageo).

Este plano permitirá, até 2017, efectuar o cadastro dos potenciais recursos mineiros, envolvendo levantamentos aéreos, recolha e análise de amostras, sendo classificado pelo governo angolano como um instrumento estrutural na estratégia de diversificar a economia, além do petróleo.

O Planageo prevê o recrutamento de 276 quadros superiores na área das geociências, 148 dos quais no âmbito dos contratos com as empresas prestadores do serviço, que avançará entretanto para a fase de recolha de amostras no terreno.

Este levantamento já ultrapassou, no Verão passado, mais de metade do território angolano (total de 22 blocos), área sobrevoada pelos três consórcios internacionais contratados (um dos quais chinês).

O programa envolverá ainda construção de dois laboratórios regionais, no Lubango (província de Huíla, no sul) e em Saurimo (província de Lunda Sul, no interior norte), para tratamento e análise de amostras no âmbito deste levantamento do potencial mineiro de Angola.

O comunicado oficial adianta que a formação é uma das principais componentes do Plano Nacional de Geologia fazendo parte da agenda da reunião de trabalho entre os ministros da Geologia e Minas de Angola e do Território e Recursos da China. (Macauhub/AO/CN)

MACAUHUB FRENCH