Empresa Charlestrong negocia com banca de Macau crédito para projectos em Moçambique

14 December 2015

A empresa Charlestrong Engenharia, Tecnologia e Consultoria Ltd de Macau está a negociar com bancos do território e bancos de capital português em Moçambique a obtenção de crédito para a construção de 35 mil habitações naquele país africano.

A informação foi avançada por Afonso Chan, vice-presidente da Charlestrong, durante um encontro sobre oportunidades de investimento em Moçambique promovido pelo Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM) e pelo Fórum de Macau.

Em Fevereiro de 2016, a empresa de Macau irá concluir a empreitada de construção de 240 apartamentos da segunda fase da Vila Olímpica, no Zimpeto, em Maputo.

Até 2019, deverão ser construídas mais 35 mil habitações, tendo Afonso Chan mencionado que apesar do êxito registado nas negociações desta nova empreitada “existem algumas dificuldades relacionadas com a falta de quadros bilingues e com a obtenção de crédito junto da banca.”

Durante a iniciativa, a vogal executiva do IPIM, Glória Batalha Ung, garantiu que caso os empresários necessitem de apoio financeiro o organismo está disponível para prestar apoio, nomeadamente através da realização de contactos com instituições bancárias para recomendar projectos que possam eventualmente ser financiados.

Afonso Chan adiantou que, além da construção civil, a Charlestrong Engenharia, Tecnologia e Consultoria Ltd irá apostar no desenvolvimento de infra-estruturas, área energética e produção de materiais de construção em Moçambique. (Macauhub/MO)

MACAUHUB FRENCH