Campo petrolífero em Timor-Leste chega ao fim

16 December 2015

O campo petrolífero Kitan, um dos projectos da Zona Conjunta de Desenvolvimento Petrolífero (JPDA, na sigla em inglês) no Mar de Timor, chegou ao fim da sua vida útil, noticiou o portal electrónico Platts, citando uma fonte do grupo italiano ENI.

A fonte do grupo italiano, que funciona como operador daquele campo, disse que em Janeiro deixará de ser possível extrair petróleo do Kitan, uma vez que se esgotou “mais depressa do que se pensava”, depois de ter produzido cerca de 60 milhões de barris.

O campo, explorado por um consórcio entre a ENI (40% do capital), a japonesa Inpex Corporation (35%) e a Talisman Energy (25%) – comprada em Maio último pela espanhola Repsol – foi descoberto em 2008 pela petrolífera italiana e produz desde Outubro de 2011.

Localizado a cerca de 170 quilómetros de Timor-Leste e a 500 quilómetros da Austrália, o projecto encontra-se na zona gerida conjuntamente por Timor-Leste e pela Austrália.

O governo de Timor-Leste reconheceu, em Março, que o campo Kitan tem uma produção “modesta”, quando comparado com o de Bayu Undam, o que mais contribui para as receitas de Estado timorense. (Macauhub/TL)

MACAUHUB FRENCH