Técnicos formados na China regressam a Angola

18 December 2015

Os primeiros 30 técnicos angolanos que receberam quarta-feira os respectivos certificados de formação profissional pelo Instituto Geofísico e Geoquímico da China regressam hoje, sexta-feira, a Angola, informou a agência noticiosa Angop.

A formação recebida por estes 30 técnicos, que irão começar a trabalhar nos laboratórios geológicos de Angola, centrou-se na análise geoquímica, tendo as aulas decorrido no Centro Internacional de Geoquímica da UNESCO em Langfang, cidade da província de Hebei distante cerca de 50 quilómetros de Pequim.

Esta acção de formação foi promovida pelo grupo chinês CITIC, cuja empresa CITIC Construction está envolvida na realização do Plano Nacional de Geologia de Angola bem como na construção dos referidos laboratórios, cujos mapas de pessoal começarão a ser preenchidos com estes 30 técnicos.

O Plano Nacional de Geologia visa efectuar, até 2017, o cadastro dos recursos mineiros, através de levantamentos aéreos, recolha e análise de amostras, sendo classificado pelo governo angolano como um instrumento estrutural na estratégia de diversificação da economia.

Na sessão de apresentação dos certificados de formação profissional, o presidente do Instituto Geofísico e Geoquímico da China, Peng Xuanming, disse que o Centro Internacional de Geoquímica da UNESCO é uma instituição pioneira no mundo e que aguarda agora por mais formandos angolanos.

O acto de encerramento do curso contou com a presença do ministro da Geologia e Minas da República de Angola, Francisco Queiroz, que ao longo desta semana efectuou uma visita de trabalho à China, a convite do ministro chinês da Terra e Recursos, Jiang Daming. (Macauhub/AO/CN)

MACAUHUB FRENCH