Cabo Verde procura parceiro para a companhia aérea de bandeira

23 December 2015

O governo de Cabo Verde vai analisar até ao final do ano a situação da Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV), garantiu o primeiro-ministro, que salientou ser necessário encontrar um parceiro para resolver em definitivo o problema da companhia.

José Maria Neves garantiu, por outro lado, que o governo a que preside vai continua a apoiar a TACV, nomeadamente agora que a transportadora cabo-verdiana foi suspensa da Câmara de Compensação da Associação Internacional dos Transportes Aéreos (IATA).

O primeiro-ministro, falando à margem do VI Encontro de Jovens Investigadores Cabo-Verdianos, que decorrerá até domingo nas instalações da Universidade Lusófona em Lisboa, disse que este novo problema não atrapalhe os voos da companhia aérea de bandeira, sobretudo no período natalício.

Disse ainda que o governo cabo-verdiano aguarda a conclusão de alguns estudos sobre a situação real da TACV para de seguida “tentar encontrar um parceiro credível que resolva em definitivo a questão da companhia aérea.

A suspensão da Câmara de Compensação da Associação Internacional dos Transportes Aéreos, mais tarde confirmada pelo presidente da companhia, João Pereira Silva, significa que a TACV tem agora de efectuar todos os pagamentos a pronto ou antecipadamente.

João Pereira Silva lamentou a situação que está relacionada com o facto de a caução da TACV na Câmara de Compensação se ter esgotado, dizendo que a mesma cria problemas de tesouraria bem como de imagem e confiança. (Macauhub/CV)

MACAUHUB FRENCH