Caixa Económica compra dívida da Transportes Aéreos de Cabo Verde

7 January 2016

A Caixa Económica de Cabo Verde vai comprar a totalidade da dívida da Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV) junto dos bancos cabo-verdianos, de acordo com uma resolução governamental publicada em Boletim Oficial.

Ao abrigo da resolução, a Caixa Económica de Cabo Verde vai desembolsar 1200 milhões de escudos (11,6 milhões de dólares) para esta operação de risco que tem o aval da Direcção-Geral do Tesouro, escreveu o jornal cabo-verdiano A Semana.

No texto publicado no jornal oficial, o governo qualifica este novo resgate à TACV como uma medida de saneamento financeiro da transportadora, que em Dezembro passado foi suspensa da Câmara de Compensação da IATA por não ter reposto a caução exigida a todas as companhias aéreas.

Com esta operação, a TACV vê o prazo de maturidade dos empréstimos aumentado para 15 anos, vai beneficiar de uma taxa de juro menor e quando os créditos estejam cobertos por garantias reais de imóveis e equipamento haverá uma redução adicional da taxa de juro.

Os restantes empréstimos contraídos pela transportadora estão na sua maior parte consolidados, através de garantias anteriormente emitidas para cada instituição financeira, pode ler-se na resolução.

A Caixa Económica de Cabo Verde tem como principais accionistas o Instituto Nacional de Previdência Social, com 32,18%, Geocapital, Sociedade de Gestão de Participações, 27,44%, Correios de Cabo Verde, 15,14%, Impar – Companhia Cabo-verdiana de Seguros, 12,07%. (Macauhub/CV)

MACAUHUB FRENCH