Angola quer empresas de água e electricidade auto-suficientes

12 January 2016

As empresas de abastecimento de água e de produção e comercialização de energia eléctrica devem ser auto-sustentáveis, deixando de necessitar de financiamento público, afirmou o ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges.

Citado pela imprensa local o ministro adiantou que essas empresas têm de assegurar as receitas suficientes para que se mantenham em funcionamento, garantam a execução dos respectivos planos de investimento, “sem terem de recorrer às verbas do Orçamento Geral do Estado.”

A posição do ministro surge numa altura em que já estão em vigor, desde 1 de Janeiro, novas tarifas em ambos os sectores, com aumentos de preços que chegam ao dobro e alterações nos escalões de consumo, nomeadamente nos clientes domésticos.

Os vários aumentos nas tarifas de água e electricidade, de acordo com informação do Instituto Regulador do Sector Eléctrico de Angola, resultam do processo de transformação do ramo que teve início em 2015, culminando com a recente aprovação da Lei Geral de Electricidade, mas salvaguardando “os clientes com menores rendimentos.” (Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH