Branqueamento de capitais sob controlo em Angola

13 January 2016

Angola tem feito progressos consideráveis na adopção de requisitos mais exigentes de prevenção do branqueamento de capitais e financiamento ao terrorismo, afirmou o governador do Banco Nacional de Angola (BNA).

José Pedro de Morais Júnior adiantou em comunicado divulgado terça-feira que além da produção de regulamentação, o BNA tem vindo a emitir directrizes reflectidas nas normas e recomendações do Grupo de Acção Financeira, conhecido pela sigla FATF/GAFI.

No comunicado, o banco central angolano salientou que tem estado a desenvolver um conjunto de acções que incluem regulamentação, formação, acompanhamento permanente do sistema financeiro e “sempre que necessário, penalizações às instituições infractoras.”

O BNA tem em curso um programa de formação denominado “ABC da Educação Financeira”, que aborda entre vários temas “a prevenção do branqueamento de capitais e financiamento ao terrorismo”, com o objectivo de sensibilizar os clientes de serviços financeiros sobre a importância das medidas de prevenção para a solidez e estabilidade do sistema financeiro e consequente a protecção do cliente.

“O nosso maior objectivo é continuar a introduzir reformas estruturais, a fim de fortalecer o sistema financeiro angolano contra os potenciais riscos de branqueamento de capitais e financiamento ao terrorismo”, disse a concluir o governador do Banco Nacional de Angola. (Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH