Falta de segurança nos portos de Moçambique agrava preço final

14 January 2016

A falta de segurança no sistema ferroviário e portuário de Moçambique tem um impacto negativo que se vai reflectir de forma directa no custo final do serviço e dos produtos, afirmou na cidade da Beira o ministro dos Transportes e Comunicações.

“A falta de segurança pode afectar as companhias de navegação bem como os prémios dos seguros das mercadorias e, em caso de desastre, pode originar perdas de vidas humanas e de infra-estruturas”, adiantou Carlos Mesquita, que usava da palavra numa sessão da comissão de segurança do porto da Beira.

O ministro disse ainda que para solucionar a questão é necessária uma acção integrada entre o governo, exportadores e outros intervenientes a fim de garantir o movimento de cargas, a circulação e estacionamento de viaturas e a evacuação de trabalhadores acidentados.

Citado pelo matutino Notícias, de Maputo, o ministro anunciou que o parque de estacionamento que a estatal Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique está a construir para receber os 600 camiões que diariamente se dirigem àquele porto está quase concluído. (Macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH