Governo emite dívida para capitalizar Banco de Desenvolvimento de Angola

19 January 2016

O governo de Angola aprovou uma emissão especial de Obrigações do Tesouro até 27,4 mil milhões de kwanzas (175,2 milhões de dólares) a fim de capitalizar o Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA), de acordo com um despacho presidencial.

A emissão especial, em moeda nacional, tem um prazo de amortização de 24 anos e paga uma taxa de juro de 5%.

O BDA foi em 2013 o sétimo maior banco angolano, entre mais de duas dezenas a operar no país, mas encerrou aquele ano com capitais próprios abaixo dos 10% exigidos (rácio de solvabilidade), obrigando então o Estado angolano, accionista único, a aumentar o capital social de quatro mil milhões para 36,1 mil milhões de kwanzas.

O presidente do BDA, Manuel Neto Costa, afirmou posteriormente ter o banco sido alvo de outro aumento de capital social em Julho de 2014, o que permitiu fechar as contas desse ano com um rácio de solvabilidade (relação entre os capitais próprios e o passivo) de 13,8%.

O BDA deverá passar a contar com um capital superior a 150 mil milhões de kwanzas (959 milhões de dólares), conforme prevê o novo estatuto orgânico que entrou em vigor em 2014, no âmbito do plano de reestruturação do banco, responsável por mais de 6% de todo o crédito concedido no país. (Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH