Linha de Crédito da China privilegia sectores de energia e águas em Angola

22 January 2016

Cerca de metade da Linha de Crédito da China (LCC) concedida a Angola será utilizada em 34 projectos no domínio da energia e águas nomeadamente a reabilitação e reforço do sistema de abastecimento de água a Cabinda num investimento de 209 milhões de dólares americanos.

Dos 5,2 mil milhões de dólares concedidos a Angola pela China o sector de energia e águas receberá 2,1 mil milhões de dólares para a construção de 34 projectos que deverão dar emprego a mais de 42 mil pessoas.

O sector da construção contará com 33 projectos avaliados em 1.6 mil milhões de dólares e a educação com 55 projectos receberá 373 milhões de dólares.

A província de Luanda, com 18 projectos, receberá cerca de um quinto do total do investimento (mil milhões de dólares), seguida do Huambo, com 776 milhões de dólares e 12 projectos.

A informação consta de em documento do governo de Angola que refere as obras a realizar pelas empresas chinesas ao abrigo da LCC e que estima a criação de 365 mil postos de trabalho.

O documento, a que a agência Lusa teve acesso, é acompanhado por uma lista com 37 empresas chinesas “recomendadas para o mercado angolano”. (macauhub/CN/AO)

MACAUHUB FRENCH