Portuguesa Portucel aumenta investimento em projecto de pasta de papel em Moçambique

25 January 2016

A empresa portuguesa Portucel vai aumentar o investimento em Moçambique que passará de 2,3 para 3 mil milhões de dólares anunciou Pedro Moura, administrador da empresa em Moçambique.

Pedro Moura, numa entrevista à Reuters, justificou o aumento do investimento em consequência do “desenvolvimentos tecnológicos dos produtores de equipamentos” que proporcionará aumentar a capacidade de produção de pasta de papel.

O projecto florestal e industrial para a produção de pasta de papel e energia em Moçambique prevê criar 7.500 empregos directos e exportações de mil milhões de dólares por ano.

A Portucel detém 80 por cento da unidade moçambicana, após ter vendido 20 por cento ao Internacional Finance Corporation (IFC) do Banco Mundial, por 30,4 milhões de dólares.

Até final de 2017 serão plantados eucaliptos numa área de 40 mil hectares nas províncias de Manica e Zambézia.

A produção de pasta de papel deverá iniciar-se em 2023 mas Pedro Moura admitiu poder ocorrer um atraso de um ou dois anos que, no entanto, considerou “não ter significado”.(macauhub/MZ/PT)

MACAUHUB FRENCH