Kenmare Resources extrai menos minério em Moçambique em 2015

4 February 2016

A empresa irlandesa Kenmare Resources, que explora depósitos de areias pesadas em Moma, Moçambique, processou menos matéria-prima em 2015 e extraiu menos minérios, de acordo com uma comunicação ao mercado divulgada esta semana.

No ano transacto a empresa processou 27,5 milhões de toneladas de matéria-prima, uma quebra de 19% face aos 34,12 milhões de toneladas processados um ano antes, devido às falhas no abastecimento de energia eléctrica e aos prejuízos causados pelas cheias no primeiro trimestre.

A empresa informou ainda que a produção de concentrado de minerais pesados caiu 15% para 1,1 milhões de toneladas (1,28 milhões de toneladas em 2014), a produção de ilmenite caiu 11% para 763,5 mil toneladas (854,6 mil toneladas) e que a de zircão aumentou 2% para 51,8 mil toneladas (50,8 mil toneladas em 2014).

A exportação de minerais durante 2015 manteve o mesmo valor do que em 2014 – 800 mil toneladas – tendo a Kenmare afirmado ter conseguido obter importantes poupanças nos custos por tonelada.

Michael Carvill, director-geral da empresa irlandesa, afirma na comunicação ao mercado que os cortes no abastecimento de energia eléctrica bem como a sua fraca qualidade têm sido o principal problema na exploração das areias pesadas de Moma, embora em finais de Dezembro se tenham verificado melhorias devido a obras realizadas pela estatal Electricidade de Moçambique. (Macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH