Moçambique precisa de 500 milhões de dólares para expandir rede de abastecimento de água

4 February 2016

O governo de Moçambique precisa de 500 milhões de dólares para financiar programas de expansão da rede de abastecimento de água e reduzir o actual défice de cobertura em todo o país, disse recentemente o ministro das Obras Públicas e Recursos Hídricos.

A rede do Fundo de Investimento  e Património de Abastecimento de Água (Fipag) cobre pouco mais de 2,6 milhões de consumidores, dos mais de 5,5 milhões existentes nas 19 cidades e distritos onde está presente em todo o território moçambicano.

O ministro Carlos Bonete disse que aquele montante será aplicado na construção, recuperação e ampliação dos sistemas de abastecimento de água bem como na instalação de redes de distribuição ao longo do presente quinquénio.

“Na região norte, por exemplo, estamos à procura de verbas para as cidades de Lichinga, Nacala, Nampula e Pemba, estando o financiamento necessário para esta última avaliado em 145 milhões de dólares, já em negociação”, disse Carlos Bonete, citado pelo matutino Notícias, de Maputo.

Sobre a cidade e província de Maputo, onde o sistema de abastecimento abrange mais de 1,1 milhões de consumidores, de um universo estimado em 2,2 milhões, Carlos Bonete disse que já estão em curso acções para melhorar o sistema. (Macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH