Angola adopta medidas para minimizar queda dos preços do petróleo

15 February 2016

O governo de Angola vai adoptar um conjunto de medidas nos domínios fiscal, monetário, de comércio externo e do sector produtivo da economia a fim de responder à crise resultante da quebra acentuada dos preços do petróleo, escreveu o Jornal de Angola.

O jornal recordou que estando o preço do barril a cotar-se no intervalo entre 27 e 30 dólares e tendo o Orçamento Geral do Estado para 2016 sido elaborado na base do preço do barril a 45 dólares é urgente a adopção de medidas, com as quais o governo espera substituir o petróleo como fonte principal de receita, controlar a expansão do défice e do endividamento e melhorar a eficiência e a eficácia dos investimentos privados.

As medidas constam de um memorando que foi apresentado durante a reunião conjunta das Comissões Económica e para Economia Real do Conselho de Ministros.

O documento, que deve ainda ir ao plenário do Conselho de Ministros, comporta uma série de medidas que devem ser adoptadas para aumentar a produção nacional, promover a exportação de bens e serviços a curto prazo, aumentar a receita tributária não petrolífera, optimizar a despesa pública e racionalizar a importação de bens e serviços. (Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH