Governo de Moçambique mantém previsão de crescimento económico para 2016

15 February 2016

A economia de Moçambique deverá crescer 7% este ano, devendo esse crescimento não ser comprometido pela seca severa que afecta a região sul e as chuvas intensas no centro e norte do país, afirmou recentemente o ministro da Economia e Finanças.

O ministro Adriano Maleiane, que falava na sessão de encerramento da reunião de planificação 2015 entre o governo e o grupo de parceiros do apoio programático, reconheceu que o ano de 2016 vai ser difícil mas garantiu que tudo está a ser feito para corrigir os possíveis impactos negativos na produção.

“As cheias e a seca superam as previsões iniciais que tínhamos quando elaborámos o Plano Económico e Social e terão um impacto significativo na produção agrícola e na pecuária, mas acreditamos que não afectarão as previsões de crescimento económico para este ano”, garantiu Maleiane, citado pelo matutino Notícias, de Maputo.

A reunião com os parceiros tinha por objectivo apreciar os instrumentos de planificação do governo, designadamente o Plano Económico e Social, Orçamento do Estado, bem como a definição das metas de desempenho tanto do governo como dos parceiros para o período 2016-2018.

O embaixador de Portugal, José Duarte, na qualidade de presidente da “troika”, reafirmou o compromisso dos parceiros em garantir o desembolso dos fundos prometidos ao governo moçambicano, que este ano poderão chegar a 305 milhões de dólares. (Macauhub/MZ/PT)

MACAUHUB FRENCH