Sector não-financeiro de Portugal devia 697,4 mil milhões de euros no final de 2015

24 February 2016

O endividamento do sector não-financeiro português situava-se em 697,4 mil milhões de euros no final de 2015, valor que representa uma redução homóloga de 3,3 mil milhões de euros, informou em comunicado o Banco de Portugal.

A redução verificada ficou a dever-se ao decréscimo do endividamento das empresas privadas (-4,9 mil milhões de euros) e dos particulares (-3,9 mil milhões de euros) e o aumento do endividamento do sector público não-financeiro (+5,5 mil milhões de euros).

O banco central informou ainda que a tendência de redução do endividamento é observável desde 2011, para os particulares, e desde

2013, para as empresas privadas, tendo o sector público não-financeiro mantido a trajectória de crescimento do endividamento que se verifica desde o início da série, em 2007.

Em percentagem do Produto Interno Bruto, a dívida pública portuguesa fixou-se em 128,9% no final do ano passado, um ligeiro recuo face aos 130,5% do trimestre anterior e aos 130,2% de 2014, segundo o Banco de Portugal.

O endividamento do Estado situou-se em 231 mil milhões de euros em Dezembro último, quando contabilizado na óptica de Maastricht, de acordo com o Boletim Estatístico do supervisor bancário. (Macauhub/PT)

MACAUHUB FRENCH