Angola dispõe de reservas cambiais a nível aceitável

7 March 2016

Angola dispõe de reservas cambiais a um nível considerado aceitável em termos internacionais, garantindo sete meses de importação de bens e serviços, afirmou quinta-feira em Luanda o ex-governador do Banco Nacional de Angola.

José Pedro de Morais Júnior foi exonerado a seu pedido e substituído por Válter Filipe Duarte da Silva, no decurso de uma remodelação governamental anunciada sexta-feira em Luanda.

O ex-governador, que falava num encontro com deputados da 5.ª Comissão da Assembleia Nacional, da Comissão Económica do Conselho de Ministros e gestores dos bancos comerciais, afirmou que as reservas cambiais actuais não dão grande conforto, mas não deixam o país em posição crítica ou de risco iminente.

“Não podemos esgotar as nossas reservas e colocar o país perante uma crise económica e social de grandes proporções”, disse José Pedro de Morais, citado pelo Jornal de Angola, adiantando que este ano se prevê a diminuição do nível de importações para valores próximos dos ocorridos em 2011 e 2012.

O ex-governador recordou ter o governo tomado medidas para controlar a contratação de assistência técnica ao exterior, incentivar a médio e longo prazos a produção nacional de combustíveis, bem como aproveitar as potencialidades do país para reduzir a dependência dos produtos importados e produzir produtos exportáveis. (Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH