Défice da balança comercial de Cabo Verde regista melhoria em 2015

8 March 2016

O défice da balança comercial de Cabo Verde registou um desagravamento de 7,0% em 2015 ao ter-se situado em 53 413 milhões de escudos, de acordo com os dados provisórios segunda-feira divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

A síntese dos principais resultados da evolução do comércio externo informa ainda que, alem do défice comercial, as exportações e as importações registaram decréscimos em valor e em variação percentual relativamente a 2014, tendo a taxa de cobertura das importações pelas exportações melhorado 0,7 pontos percentuais para 11,1%.

As exportações cabo-verdianas em 2015 ascenderam a 6646 milhões de escudos (-0,8% comparativamente a 2014) e as importações caíram 6,4% para 60 059 milhões de escudos.

A Europa foi o continente que absorveu a maior parte das exportações cabo-verdianas, com um peso de 89,5% e um acréscimo homólogo de 3,7%, tendo a Espanha, com 69% e Portugal com 14,1% sido os principais compradores.

Os preparados e conservas de peixe (44,3% do total) e os peixes, crustáceos e moluscos (40,2%) foram os principais produtos exportados por Cabo Verde no ano transacto.

O continente europeu continuou a ser o principal fornecedor de Cabo Verde, com um peso de 75,8%, menos 12,1% relativamente a 2014, sendo Portugal a surgir destacado em primeiro lugar com 43,5% do total das importações cabo-verdianas, a que seguiram os Países Baixos, com um peso de 11,6%. (Macauhub/CV/PT)

MACAUHUB FRENCH