Mina de ouro em Moçambique com receita prevista de 245 milhões de dólares

8 March 2016

A Xtract Resources, uma empresa cotada em Londres que adquiriu uma mina de ouro em Manica, Moçambique, à australiana Auroch Minerals, informou que o projecto poderá proporcionar uma receita EBITDA de 245 milhões de dólares ao longo de 12 anos.

A empresa, ao divulgar uma actualização do projecto de Manica, informou igualmente que a exploração da mina ao longo de 12 anos de vida útil deverão proporcionar um lucro de 70 milhões de dólares, 20 milhões a mais do que na anterior avaliação.

Estes valores assumem o preço da onça de ouro em 1250 dólares, estando previsto que a exploração comercial da mina de Manica tenha início no quarto trimestre de 2017.

A empresa advertiu os accionistas que estes valores, entre outros, têm por base estimativas internas, não tendo sido verificados por qualquer entidade independente, podendo vir a sofrer alterações à medida que o estudo definitivo de viabilidade for sendo executado.

A Xtract Resources pagou cerca de 11 milhões de dólares pela mina à Auroch Minerals, tanto em acções como em dinheiro, assumiu o pagamento do imposto de mais-valias à Autoridade Tributária de Moçambique no valor de 700 mil dólares e comprometeu-se a pagar uma taxa de 6% sobre as receitas ao Tesouro moçambicano.

A aquisição de 100% da mina de ouro de Manica foi formalmente aprovada pelo governo de Moçambique há dias, de acordo com um comunicado divulgado pela Xtract Resources no passado dia 1 de Março corrente. (Macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH