Grupo China Three Gorges prepara proposta para construção de barragem no Brasil

17 March 2016

Um consórcio liderado pelo grupo China Three Gorges (CTG) está a preparar uma proposta a apresentar quando o projecto de construção de um aproveitamento hidroeléctrico com 8000 megawatts no Brasil for levado a leilão, escreveu o jornal China Daily.

Wang Shaofeng, vice-presidente executivo da China Three Gorges International Corp, uma subsidiária do grupo CTG, disse ao jornal que quando for realizado o leilão para a construção da central hidroeléctrica do rio Tapajós, “o consórcio montado pelo grupo será um concorrente de peso.”

Wang disse ainda que a barragem de Tapajós, um rio com 850 quilómetros de comprimento localizado na bacia do Amazonas, fará parte da lista dos dez maiores aproveitamentos hidroeléctricos em termos mundiais.

O vice-presidente executivo da China Three Gorges International Corp salientou que o grupo pretende utilizar o Brasil como um trampolim para outros mercados da América Latina, como o Chile, Peru ou Colômbia, todos com uma extensa rede hidrográfica e com experiência de construção de barragens.

Wang Shaofeng recordou ainda ao jornal ter o grupo constituído em Hong Kong a empresa Hydro Global Investment Ltd, em parceria com o grupo EDP – Energias de Portugal, de que é o principal accionista, para explorar oportunidades de negócio de dimensão média igualmente de aproveitamentos hidroeléctricos.

Em Janeiro último, o grupo chinês assinou com o Ministério de Minas e Energia do Brasil os contractos relativos às concessões de dois aproveitamentos hidroeléctricos no país, culminando um leilão em que pagou 13,8 mil milhões de reais (3,66 mil milhões de dólares) para ficar com a concessão de dois grandes aproveitamentos hidroeléctricos no Brasil.

Os dois aproveitamentos hidroeléctricos – Jupiá e Ilha Solteira – pertenciam à estatal Companhia Energética de São Paulo (CESP) e foram levados a leilão pelo governo federal depois de o anterior contracto de concessão ter terminado.

As duas barragens eram as maiores do grupo de 29 levado a leilão, tendo a agência Brasil acrescentado que o grupo chinês será a primeira empresa estrangeira a assumir sozinha a gestão de uma unidade de produção hidroeléctrica no Brasil. (Macauhub/BR/CN/PT)

MACAUHUB FRENCH