Mina em Angola tem 350 milhões de quilates de diamantes

17 March 2016

A mina de diamantes de Luachi, cuja exploração comercial deverá iniciar-se em 2018, tem reservas estimadas em 350 milhões de quilates e uma vida útil de 29 anos, disse quinta-feira em Saurimo o presidente da Empresa Nacional de Diamantes de Angola (Endiama).

Carlos Sumbula disse ainda que a mina localizada na província da Lunda Sul, cujos trabalhos de prospecção geológico e levantamento geofísico tiveram início em 2008, de que resultou a descoberta do quimberlito em 2009, ocupará uma área de 100 hectares e será escavada até uma profundidade estimada em 400 metros.

“Até cerca de 400 metros de profundidade vamos remover qualquer coisa como 350 milhões de toneladas de material e o estudo geológico que efectuámos revelou que o teor de diamantes é de cerca de um quilate por tonelada e 12 milhões de quilates/ano”, afirmou, citado pela agência noticiosa Angop.

Na primeira fase do projecto, prosseguiu Carlos Sumbula, serão investidos cerca de 300 milhões de dólares, sendo o investimento total até à última fase, “que terá lugar dentro de sensivelmente seis anos”, superior a 800 milhões de dólares. (Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH