Banco BPI sai do capital do Banco de Fomento de Angola

18 March 2016

O acordo a ser alcançado entre a Santoro Finance e o grupo espanhol La Caixa deverão passar pela saída do Banco BPI do capital do Banco de Fomento Angola e daquela sociedade financeira controlada pela empresária angolana Isabel dos Santos do capital do banco português, escreveu o jornal Diário Económico.

Assim, o BPI vende a participação de 50,1% que detém no Banco de Fomento Angola e a empresária angolana desfaz-se da participação de 18,58% que controla no BPI, podendo haver uma cláusula que abranja igualmente a participação de 2,28% detida pelo BIC, banco que é detido em 42,5% por Isabel dos Santos.

O jornal português Expresso noticiou há dias que a empresa angolana de telecomunicações Unitel, que controla 49,9% do Banco de Fomento Angola, deu a sua aprovação à negociação a decorrer entre a empresária Isabel dos Santos e o grupo La Caixa a propósito do banco português BPI.

Este acordo permite resolver o impasse que se estava a verificar há meses a tempo de cumprir o prazo definido pelo Banco Central Europeu – 10 de Abril – para resolver o problema da exposição excessiva do banco BPI relativamente a Angola, um país que perdeu a equivalência da supervisão.

O Banco BPI tem actualmente como principais accionistas o CaixaBank (44,10%), a Santoro Finance – Prestação de Serviços (18,58%), Allianz SE (8,42%) e a HVF, SGPS (2,68%) e controla 50,1% do Banco de Fomento Angola, embora haja um acordo parassocial que limita os direitos de voto a 20%. (Macauhub/AO/PT)

MACAUHUB FRENCH