Norueguesa Statoil cede quota em bloco petrolífero de Angola

24 March 2016

A petrolífera norueguesa Statoil cedeu a quota de 20% que detinha na sociedade responsável pela operação de produção de petróleo no bloco 4/05 do mar angolano, de acordo com um decreto executivo assinado pelo ministro dos Petróleos.

O documento assinado por José Maria Botelho de Vasconcelos autoriza a cessão do interesse participativo da Statoil no contracto de partilha de produção daquele bloco, a norte de Luanda, mas não explicita motivos ou verbas envolvidas no negócio.

A participação até agora detida pela petrolífera norueguesa é distribuída, de acordo com o documento citado pela agência noticiosa Lusa, pelos restantes membros do grupo empreiteiro, na proporção da participação associativa de cada um.

Com esta alteração, a estatal Sonangol Pesquisa e Produção passa agora a deter 50% da sociedade do grupo empreiteiro do bloco 4/05, seguida da Sociedade Petrolífera Angolana (Somoil) e da Acrep – Exploração Petrolífera, ambas com uma participação de 18,75%, e da Prodoil – Exploração e Produção de Hidrocarbonetos, com 12,5%.

A Statoil é um dos principais operadores na camada do pré-sal angolano, onde participa na exploração de oito poços, distribuídos por cinco blocos e em 2013, produziu em Angola, cerca de 200 mil barris de petróleo diários. (Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH