Governo da Guiné-Bissau pronto para receber encontro China/CPLP

A Guiné-Bissau vai receber 150 delegações oficiais e empresariais para o encontro de Bissau de empresários da China e da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), afirmou recentemente o coordenador do secretariado técnico da reunião.

Ao efectuar o ponto de situação dos preparativos do encontro, o coordenador Bruno Jauad garantiu “tudo está a postos” para acolher em Bissau tanto as delegações oficiais como as de empresários ao longo de três dias, 9, 10 e 11 de Abril corrente.

O encontro vai decorrer sob o lema “Guiné-Bissau: Plataforma para Internacionalização empresarial na África Ocidental” e visa juntar a comunidade empresarial da China e dos países de língua portuguesa para discutir aspectos relacionados com a cooperação económica e comercial.

O encontro é organizado pelo governo da Guiné-Bissau em parceria com o Conselho para a Promoção do Investimento Internacional da China e o Instituto de Promoção de Comércio e de Investimento de Macau (IPIM), contando ainda com a participação do Secretariado Permanente do Fórum Macau.

Esta é a primeira vez, desde a criação do Fórum de Macau, que a Guiné-Bissau vai acolher um encontro empresarial da China com os países de língua portuguesa, devendo o encontro de Bissau contar com delegações oficiais e de empresários de Angola, Brasil, Cabo Verde, China, Guiné-Bissau, Macau, Moçambique, Portugal e Timor-Leste.

O Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, também designado por Fórum Macau, foi criado em 2003 e tem sede em Macau. (Macauhub/AO/BR/CN/CV/GW/MO/MZ/PT/TL)

MACAUHUB FRENCH