China Machinery Engineering Corporation vai construir aeroporto na Guiné-Bissau

11 April 2016

A empresa China Machinery Engineering Corporation (CMEC) vai construir um novo aeroporto internacional na Guiné-Bissau, nos termos de um memorando de entendimento assinado no fim-de-semana em Bissau.

O memorando assinado com o governo da Guiné-Bissau contempla outras obras adicionais, caso da extensão do terminal de passageiros, de acordo com declarações do responsável da Direcção-Geral da Promoção do Investimento Privado (DGPIP) da Guiné-Bissau.

O director-geral Bruno Jauad adiantou que além destes dois projectos, a China Machinery Engineering Corporation vai igualmente construir dois portos de pesca, um na região de Biombo e um segundo em Buba, no sul da Guiné-Bissau.

A CMEC, prosseguiu Bruno Jauad, comprometeu-se ainda com a construção de uma linha de transmissão de energia eléctrica em Saltinho, no sul, bem como de estradas e casas sociais em Bissau.

O memorando de entendimento foi assinado no âmbito do encontro em Macau de empresários e de delegações oficiais da China e da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Em paralelo à realização do encontro empresarial, o governo da Guiné-Bissau organizou uma feira de produtos do país que, de acordo com o secretário de Estado do Plano e Integração Regional, Degol Mendes, mereceram o interesse de alguns empresários chineses e dos países de língua portuguesa.

Degol Mendes disse que os produtos expostos constituem as riquezas que a Guiné-Bissau tem para oferecer e adiantou que os mesmos correspondem aos quatro motores de desenvolvimento – agricultura e agro-indústria, turismo, pescas e exploração mineira – definidos no projecto “Terra Ranka”, apresentado na mesa-redonda com parceiros e investidores realizada em Bruxelas. (Macauhub/CN/GW)

MACAUHUB FRENCH