China preparada para investir mais na Guiné-Bissau

11 April 2016

O embaixador da China na Guiné-Bissau defendeu sábado a necessidade de serem criadas condições de estabilidade política naquele país africano para que haja mais investimento chinês.

Huang Hua, que falava em Bissau durante o Encontro de Empresários para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, disse que a China está preparada para colocar na Guiné-Bissau milhares de empresários chineses mas precisa de ser construída uma plataforma empresarial que permita os negócios.

O diplomata, citado pelo jornal Tribuna de Macau, garantiu que a parte chinesa está preparada, com tecnologia e recursos financeiros e tem vontade política de apoiar o desenvolvimento económico da Guiné-Bissau juntamente com os empresários guineenses.

Durante a abertura do encontro, o Presidente da Guiné-Bissau, José Maria Vaz, prometeu estabilidade política e normal funcionamento das instituições democráticas, de modo a serem criadas condições para atrair investimento, tendo em conta que o país oferece “uma mão cheia de oportunidades (…) uma vez que está tudo por fazer.”

Dirigindo-se aos empresários chineses presentes na reunião, o Presidente guineense disse estar convicto que as relações comerciais e empresariais podem sair reforçadas deste encontro criando-se condições para que a cooperação bilateral possa ser desenvolvida ainda mais e atinja um novo patamar quando se realizar a reunião da comissão mista China/Guiné-Bissau.

José Maria Vaz referiu-se igualmente ao Fórum de Macau considerando-o como tendo um papel complementar significativo no reforço das relações entre os países de língua portuguesa e a China. (Macauhub/CN/GW)

MACAUHUB FRENCH