Moçambique prevê queda no investimento directo estrangeiro em 2016

20 April 2016

O director do Centro de Promoção de Investimentos (CPI) de Moçambique, Lourenço Sambo, alertou para o facto de em 2016 se poder vir a registar uma quebra no investimento directo estrangeiro (FDI) em consequência das dificuldades económicas dos países que investem em Moçambique, escreve o jornal O País.

Lourenço Sambo revelou recentemente que o investimento estrangeiro directo em Moçambique em 2015 fora da ordem dos 1,3 mil milhões de dólares uma quebra significativa em relação ao valor de 7 mil milhões de dólares registado em 2014.

O director do CPI referiu que para além das questões internas de Moçambique que fizeram diminuir o investimento a situação internacional foi decisiva nos valores investidos.

“Temos de olhar para o ambiente político no Brasil, a situação na África do Sul (o Brasil é o décimo maior investidor em Moçambique e a África do Sul o quinto) e já nem refiro a Rússia e Índia. Tudo isso afecta a economia”, disse.(Macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH