Fábrica de concentrado de tomate de Namibe, em Angola, adia entrada em funcionamento

22 April 2016

O início da produção da fábrica de concentrado de tomate de Giraúl de Baixo, na província da Namibe, em Angola, foi adiado por falta de matéria prima, escreve a agência Angop.

Vicente Monder Jar, responsável pela fábrica, disse que a escassez de tomate está a provocar um aumento de preço no produto afectando a viabilidade da fábrica.

O mesmo responsável disse que o início de produção passou agora para o mês de Junho.

A fábrica custou 600 milhões de kwanzas e numa primeira fase produzirá concentrado de massa de tomate enlatado em bidões de 50 litros e em pacotes para uso doméstico.

Além de concentrado de tomate, a fábrica produzirá também sumos e doces de tomate.(Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH