Moçambique revela montante dos empréstimos externos ao FMI

25 April 2016

O governo de Moçambique reconheceu terem sido contraídos empréstimos com o aval do Estado no montante de mais de mil milhões de dólares sem que tenha havido informação prestada ao Fundo Monetário Internacional (FMI), informou a instituição multilateral.

Em comunicado de três parágrafos publicado sábado na página electrónica da instituição, o FMI adianta ter a sua administração saudado o facto de o governo de Moçambique ter divulgado por completo informação não divulgada até à data, “uma posição que representa um importante primeiro passo para a restauração da confiança.”

A directora-geral do FMI Christine Lagarde recebeu na passada semana o primeiro-ministro de Moçambique, Carlos Agostinho do Rosário, que se deslocou a Washington para contactos com o Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Mundial (BM) na sequência do cancelamento de uma missão do FMI a Moçambique.

O Fundo adiantou no comunicado que vai continuar a trabalhar com as autoridades de Moçambique para proceder a uma avaliação das implicações macroeconómicas dos empréstimos agora divulgados e identificar medidas que conduzam à consolidação da estabilidade financeira e da sustentabilidade da dívida pública. (Macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH