China mantém interesse na construção da Via Transoceânica

28 April 2016

Representantes de diversas empresas do Brasil e do Peru participaram numa reunião de integração regional cujo único tema foi o projecto do governo da China para construir uma linha de caminho-de-ferro a ligar os oceanos Atlântico e Pacífico, noticiou a estação chinesa CCTV.

Realizada numa cidade da região ocidental brasileira, a reunião visou, à semelhança de outras anteriores, proceder à recolha de informações que permitam efectuar um estudo de viabilidade económica, acrescentou a CCTV.

O gerente da subsidiária brasileira da China Railway Eryuan Engineering Group Company, Hou Honglin, disse que “os promotores do projecto no Brasil e no Peru estão a fornecer recomendações que nos ajudarão a melhorar o nosso relatório.”

Esta linha de caminho-de-ferro, conhecida no Brasil por Via Transoceânica, terá mais de 5000 quilómetros, atravessará a Amazónia e os Andes onde transitará a mais de 2500 metros acima do nível do mar – e tem um custo estimado em 50 mil milhões de dólares, que deverá ser melhor definido quando o estudo preliminar de viabilidade económica ficar concluído, o que deverá acontecer em Maio.

A Via Transoceânica vai diminuir o tempo de transporte dos produtos e evitar que as matérias-primas da América do Sul tenham que passar pelo Canal do Panamá, onde levam cerca de 30 dias de navegação para chegar à China. (Macauhub/BR/CN)

MACAUHUB FRENCH