Patronato de Moçambique afirma que 2016 será um ano difícil em termos económicos

28 April 2016

A economia de Moçambique deverá ter em 2016 um ano difícil, afirmou recentemente em Maputo o vice-presidente da Confederação das Associações Económicas de Moçambique (CTA), citado pelo matutino Notícias.

Agostinho Vuma disse que para essa previsão concorrem o fenómeno climático El Niño, que está a afectar a produção e produtividade agrícolas nas zonas sul e centro, a tensão político-militar, a desvalorização do metical e a dívida pública.

Vuma disse que a tensão político-militar está a afectar sobremaneira o sector dos transportes, sendo por isso urgente a revitalização da cabotagem “para que seja uma alternativa aos negócios, pois pode desempenhar um papel importante no escoamento da produção de e para as três regiões do país.”

Relativamente à dívida pública, o vice-presidente da CTA adiantou que a redução do investimento público é uma das consequências imediatas, o que pode forçar as empresas privadas a despedirem pessoal, atendendo ao facto de que o Estado é o principal cliente dessas empresas.

“Se o Estado deixar de investir as empresas não vão facturar, pelo que não estarão em condições de pagar salários”, salientou. (Macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH